Oferta Formativa ESE de Paula Frassinetti

Licenciatura em Educação Social

A profissão de Educador Social assenta em competências específicas de elevada qualificação nos planos teórico, metodológico, técnico e relacional, tais como:

  • Identificar problemáticas socioeducativas, concebendo projetos de vida e de intervenção social adequados a cada situação; – Compreender e responder aos desafios de vulnerabilidade de pessoas e grupos, na sociedade atual (exclusão, risco…);
  • Fomentar competências de participação social em todos os ciclos de vida das pessoas, nos mais variados grupos de pertença e em contextos de intervenção distintos (bairros, instituições de apoio especializado, autarquias e outros);
  • Integrar equipas multidisciplinares, articulando diferentes áreas do saber, na promoção de intervenções socioeducativas guiadas por padrões éticos contemporâneos.

Pós-graduação em Intervenção Socioeducativa em Contextos de Risco

Esta pós-graduação tem por objetivo permitir o aprofundamento das competências profissionais dos trabalhadores sociais, seja qual for a sua especialidade ou domínio de intervenção. Para tal, visa fornecer ferramentas de análise e diagnóstico, planificação, intervenção e avaliação de projetos de natureza socioeducativa, permitindo desenhar, com e para grupos humanos específicos, estratégias de integração social. Optando-se por promover, neste curso, modelos sustentáveis e sistémicos de intervenção socioeducativa, fomentar-se-á ativamente a articulação de redes e parecerias sociocomunitárias existentes e o diálogo interprofissional entre os diversos agentes implicados nos projetos em curso nos territórios considerados.

O programa foi desenhado a partir do levantamento de necessidades específicas de instituições de intervenção social e encontra-se disponível para funcionamento.

Pedidos de informação: obis-dh@esepf.pt


Mestrado em Intervenção Comunitária

Este ciclo de estudos tem como objetivos: desenvolver e aprofundar conhecimentos na área da intervenção comunitária e nos diferentes domínios de especialização; promover a capacidade de compreensão, análise e operacionalização das questões socioeducativas em contextos institucionais e comunitários; oferecer instrumentos teórico-metodológicos que conduzam a propostas de intervenção rigorosas e à elaboração e gestão de projetos socioeducativos; promover a precisão e o rigor necessários à avaliação de projetos de intervenção em contextos institucionais e comunitários; erigir a ética e a deontologia como eixo de profissionalidade, descobrindo nos problemas e conflitos quotidianos, o espaço/desafio da decisão profissional reflexiva/autónoma, e responsável, fundamentada em valores e princípios da atuação; desenvolver capacidades de investigação-ação no contexto de especialização da intervenção comunitária que permitam a inovação dos conhecimentos e práticas profissionais a ela subjacentes.


 

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.